Thaiane Barbosa explica que crianças que sofrem com o problema podem precisar de atenção pricológica



Imagem: Da Redação